Seguidores

quinta-feira, 12 de março de 2009

O Ganges entre o divino e o horror


O Ganges, com seus 2.510 km de percurso, é considerado um rio sagrado, e venerado por representar a deusa "Ganga". O rio mais importante da Índia é meta de milhões de hinduístas que, todos os anos, fazem nas suas águas as suas abluções sagradas, para se purgarem dos seus pecados. As águas do Ganges recebem anualmente, cerca de 100 kg de cinzas dos mortos cremados nos rituais hinduístas de purificação da alma, e intensas descargas industriais de esgotos e pesticidas.
Somente na cidade de Varanasi são 32 saídas de esgoto para o rio, o que torna o ritual hindu extremamente desagradável e perigoso.
A Organização Mundial de Saúde, está estudar uma forma de despoluir este rio, que é a principal causa da mortalidade infantil da região devido às substancias tóxicas ali depositadas.
Estas são as imagens assustadoras que diáriamente podemos ver no rio sagrado da Índia











3 comentários:

MDuval disse...

Por um lado a ignorância, por outro o descaso. Entre um e outro, certamente o descaso é o pecado.
ABÇos.
Margareth Duval

luzdeluma disse...

Os Rios do mundo todo estão contaminados com dejetos industriais e humanos. No Ganges fica difícil a "purificação" da água por causa da questão religiosa, ma e a baía de guanabara?
Bom fim de semana! Beijus

EAD disse...

È hottível memo, não que outros rios aí pelo mundo sejam muito melhores, pois as substâncias químicas estão em todos.